segunda-feira, 9 de março de 2009

Na noite nos bares, onde anda você?

Ainda sobre o natal (sim, natal! Afinal, nascimento da Deusa): estava tão obcecado em ver a EY no dia do seu aniversário que voltei à carga à noite. Mas não foi nada parecido com o fato ocorrido pela manhã, já relatado na postagem de ontem deste blog. Ao sair de casa à noite, me dei conta de que a EY poderia estar celebrando seu aniversário em algum bar próximo. Desta forma, sempre que eu passava por um bar, reduzia a marcha e a buscava com os olhos no estabelecimento.

Claro que tinha que ter um drama. Em um desses bares, não acabei achando uma sósia da EY? Ao passar a primeira vez e ver um grupo de 4 pessoas sentadas, aproveitei o sinal fechado e uma garota me chamou tanto a atenção que, mesmo depois do sinal ter dado luz verde e eu ter andado com o carro, eu fiquei com a dúvida: Será que era ela? Não podia levar essa dúvida para o túmulo. Sem pensar duas vezes, dei a volta e passei novamente em frente ao bar. Desta vez, analisando com mais calma, vi que não era a EY.

E lá se foi definitivamente a minha chance de ver, contemplar, admirar, a minha amada no dia de seu aniversário. Agora me perco em reflexões tolas, mas como estará minha vida nesta exata data daqui a um ano?

Seja como for, certeza mesmo só uma:

EY, eu te amo (ontem, hoje, amanhã e sempre)


4 comentários:

Veiga disse...

vai ter outra chance... calma...

иι disse...

Eu me achava romântica, mas vc ganha de qualquer um,rsrs

Danilo disse...

"...mas como estará minha vida nesta exata data daqui a um ano?"

vivo me perguntando isso

ViiiH ♥ disse...

descupa aii , mais quem é ey ?? to caindo de gançoi neh hshs

beijinhus ;D