quarta-feira, 11 de março de 2009

Mil por hora

Este fato aqui narrado, ocorreu no dia em que eu postei a minha carta de amor, à noite.


Minha cabeça anda a mil por hora, ansiosíssimo com o que vai acontecer quando a EY ler a minha carta.

Estava voltando para casa à noite, a pé, e minha cabeça viajava pelo espaço sideral com 1001 possibilidades.

1) A EY estaria me esperando em frente ao meu prédio, encantada com a carta. Mal eu chegaria, ela me abraçaria e me beijaria emocionada

2) A EY estaria me esperando em frente ao seu prédio, algo do tipo: ela passou de ônibus, me viu caminhando e ficou esperando que eu passasse pelo seu prédio. Pois, como eu já disse, moramos na mesma rua, o número do prédio dela é 55 unidades menor que o meu. Nesta hipótese ela conversaria mais seriamente comigo.

3) O namorado dela estaria me esperando para tomar satisfações. Esta hipótese foi a menos agradável, mas surgiu na minha mente incontrolável.

Infelizmente as duas primeiras não se concretizaram e felizmente o mesmo ocorreu com a terceira.

Haja coração para amanhã!

EY, eu te amo!

4 comentários:

goooooood girl disse...

your blog is feel good......

Saulo disse...

Gostei do template juntamente com as cores do seu blog!

Repetindo...

"Your blog is feel good!"

Rsrs...

Abraço.




Visite-me
http://saulolopes.blogspot.com

Rodrigo Campos disse...

legal seu blog, mas não é meio chato ficar vivendo de amor platônico ?

AI caramba, eu não gostaria de saber que ninguém fica correndo atrás da minha namorada...

Mas boa sorte na sua empreitada, usando de honestidade e amor, ninguém pode te acusar de nada.

Aguardo sua visita !

http://mixdefeijaocomarroz.blogspot.com

Vida, desabafos e comentários disse...

Olá!

Estava lendo seu blog. Eu me achava romantica até ler ele.
Sempre sofro de amores paltonicos, mas não por tanto tempo...
Espero q tudo dê certo entre vcs! ;)

Estarei acompanhando!

Beijos