sexta-feira, 2 de abril de 2010

que raiva...

Acabei de instalar o Windows7 no meu computador.

Antes, tive que fazer backup de todos os meus arquivos.

Ao mexer nos meus arquivos de música, me deparei com a música que cairia como uma luva no cartão de aniversário que eu mandei para a EY.

Trata-se da música "A vida não presta", do Leo Jaime, mais conhecida como "Ela não gosta de mim".

Você vai de carro prá escola
E eu só vou a pé
Você tem amigos à beça
E eu só tenho o Zé...

Prá consolar
As tardes de domingo
Que eu passo à sofrer
Sonhando em ter
Um carro conversível
Prá você me querer...

Quantas noites
Em claro eu passei
Tentando te esquecer
Quando à noite
Eu consigo dormir
Eu sonho é com você...

A me dizer:
Prá não ter ilusões
Que entre nós não pode ser
E é mesmo assim
Nem mesmo no meu sonho
Eu posso ter você prá mim...

Eu tentei naquela festa
Você fugiu de mim
E eu pensei:
A vida não presta
Ela não gosta de mim...(2x)

Eu pensei:
Ela não gosta de mim
Oh! Oh! Oh! Oh!
Ela não gosta de mim...

Eu pensei:
A vida não presta
Ela não gosta de mim
Oh! Oh! Oh! Oh!...

Eu pensei:
A vida não presta
Ela não gosta de mim
Uh! Uh! Uuuuuuuh!...

Pior que já até fiz uma postagem baseada nessa música (link). Como pude dar um mole desses?

Em vez da música do Leo Jaime, coloquei a letra da belíssima música do Manhattans, "There´s no me without you" (quem quiser ouvir 30s, clique aqui)

Baby, you are my life
And without you I'm an empty shell

There's no house without a home
And there's no man who wants to be alone
There's no child without a dream
And there's no song without a meaning

That's how I know
There's no me without you
There's no me without you

There's no life without a plan
Every woman wants herself a good man
There's a heartaches without tears
And time just can't go by without the years

That's how I know
There's no me without you
There's no me without you

You know there's no stars without the night
Huh, and there's no wrong without a right
And there's no good without a bad
And when one man is happy , the other man is sad

Oh...oh...that's how I know
There's no me without you
There's no me without you
Oh...oh...yeah, yeah, yeah, yeah, yeah, yeah

That's how I know (That's how I know, baby, yeah, yeah, yeah, yeah)
There's no me without you (My, my, my, my, my, my, my, my)
That's how I know (There's no house, there's no house without a home)
That's how I know (And there's no man, no man who wants to be alone)


Tradução:


Benzinho, você é minha vida
E sem você eu sou uma concha vazia

Não existe casa sem um lar
E não existe homem que quer ficar sozinho
Não existe criança sem um sonho
E não existe música sem um significado

Refrão:
É por isso que eu sei que
Não existe 'eu' sem você
Não existe 'eu' sem você

Não existe vida sem um plano
Toda mulher quer para ela um bom homem
Não existe sofrimento sem lágrimas
E o tempo não pode passar sem os anos

Refrão

Você sabe que não existem estrelas sem a noite
E não existe errado sem um certo
E não existe bom sem um mau
E quando um homem está feliz, o outro está triste

Refrão

É por isso que eu sei que (É por isso que eu sei, querida)
Não existe 'eu' sem você (meu, meu, meu, meu, meu, meu)
É por isso que eu sei (Não existe casa sem um lar)
É por isso que eu sei (e não existe homem, nenhum homem
que quer ficar sozinho)

Ah, EY, por quê?





5 comentários:

Mauro Castro disse...

Não domino o idioma bretão...
Há braços!!

Fabricio bezerra da guia disse...

Se eu fosse vc eu esqueceria a EY,mas eu sei que vc não vai.Mas supere ela falou

Marcelo A. disse...

Cara, eu lembro dessa sua postagem antiga com a música do Léo - que eu, aliás, gosto muito. Em alguns momentos de minha vida, inclusive, já me identifiquei com ela.

Poxa, rapaz, você sabe o que penso sobre. Até quis apresentar uma amiga, mas você esnobou... hehehehe!

=)

Anônimo disse...

ISSO JA VIROU FIXAÇÃO

Anônimo disse...

aawn que coisa fofa,acho lindo isso !