quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Adeus academia II ?

"Nada é ruim que não possa piorar" - sábio ditado.

Como entrava no meu subemprego-escravidão às 9h, estava indo à academia às 6h (hora em que ela abre), malhava até às 6:40, voltava correndo para casa para tomar banho, café da manhã e ir para a escravidão fazer o meu chefe ficar mais rico. Depois, às 17:30 emendava com a faculdade.

Mas o ditado citado no início não pode ser esquecido. Fui agraciado com um novo horário de trabalho: das 8 às 16:30. Ou seja, fica totalmente inviável ir à academia na parte da manhã e à noite tenho aula.

A única saída que eu encontrei foi buscar uma academia que tem quase ao lado da faculdade. Vai dar tranquilamente para malhar durante 40 minutos e depois eu sigo direto para a aula.

Mas, por incrível que pareça, o que tem me deixado preocupado é que saindo da academia, acaba meu único e, reconheço, extremamente tênue, laço com a EY. Embora já não fale com ela há mais de seis meses, se tem um único lugar na face da Terra onde isso pode acontecer, este lugar á a academia.

Aliás, não posso deixar de registrar isso, que ironia do destino. Me descobri apaixonado por ela justamente quando troquei de academia em agosto de 2007 (até o mês coincide). Foi justamente quando eu me dei conta que só a via na academia e, saindo, nunca mais a veria, que eu me descobri apaixonado. Isto está retratado em alguma postagem pré-histórica neste blog.

Já essa nova saída, será a definitiva pá de cal. Ambas as saídas foram descobertas. A primeira de que estava apaixonado e a segunda, embora ainda não oficializada, cada vez mais iminente, é a descoberta que lá se vai a última coisa que me ligava a ela.

Paciência. Há males que vem para o bem.

Para não restringir tudo à EY, também fico chateado de sair da academia porque la´estou desde que ela abriu, conheço todo mundo e sinto mesmo como se fosse a minha segunda casa, embora, como já disse acima, já saí uma vez devido a divergências profissionais. Mas logo me arrependi (a EY pesou bastante...risos, mas não foi a única causa) e voltei. Passei apenas um mês e meio fora.

Ah, EY, por quê?

6 comentários:

Marcelo A. disse...

Uahahhahahhahhaha!!!!

Tu tem Orkut, meu velho?

Essa minha amiga tem blog sim e inclusive, já comentou até aqui. Mas o blog dela, no momento, tá fora de atividade. Só que também não rola eu pôr o link da moça aqui, né, pra Deus e o mundo ver...

Se depender de mim, você tem uma nova EY!

Uahahhahhahaaa!!!

Abração!

Neva Flocos disse...

Por nda querdo, foi um prazer.
sei como é essa falta de tempo, e como você disse "Há males que vem para o bem." para tudo tem um propósito ;)
beijoos

nevaflocoos.blogspot.com

Vivica disse...

Eu queria fazer academia pra fazer se alguém se apaixonava por mim assim como tu! rsrsrsrs
Mas tô planejando tanta coisa que acho que isso ficará inviável com salário de estagiária e com o pouco tempo.

Mas eu acho que tá na hora de tu encontrar uam nova E.Y.! A troca de academia é Deus te abrindo novas portas!

Beijos e boa sorte sempre!

Bruna disse...

ahh malhar? rs Acho que eu tenho preguiça de malhar, assim se um dia eu fizer hehe
Bom, mas pra você isso foi uma coisa positiva na época, não sei se agora é mas, acho que o coração precisa amar pra ser feliz... Mesmo não sendo amado, amar é sempre bom.
bjs

Larissa disse...

Obrigada pela força! :D
vc ja não penso em se declara pra ela? sei q é dificil mais é bom vai q ela senti o mesmo por vc! :)
Bjoos

Camis disse...

Ai, rapaz...Eu sei como é amar e não ser correspondido.
Mas ter sempre forças pra continuar.

Não vamos desistir, pensa positivo.
É verdadeiro, vai acontecer.
Só dar tempo ao tempo.
Ela uma hora vai cair em si.

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com